Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida são Curtas

Este é um espaço de partilha de pequenas histórias inspiradas na vida, que talvez possam servir de inspiração para a vida de alguém.

A Vida são Curtas

Este é um espaço de partilha de pequenas histórias inspiradas na vida, que talvez possam servir de inspiração para a vida de alguém.

A mensagem

22.11.20 | RMFB

Foi ao som de "coming back to life" dos Pink Floyd, um copo de vinho tinto na mão esquerda e um pequeno livro na mão direita que ele, ao final da noite, se sentou no sofá em frente à lareira.

O livro que ele tinha na mão era especial. Tinha-o comprado alguns meses antes. Aliás, tinha comprado dois livros iguais.

Dois pequenos cadernos, capa dura, cor verde, sinal de esperança, com as folhas em branco. 

Um para ele, outro para ela. A ideia? A ideia seria que cada um pudesse escrever mensagens, partilhar sentimentos e memórias que ficavam ao final de cada dia que passavam juntos. 

Na noite de passagem de ano, que planeavam passar juntos, iriam trocar os livros e ler o que cada um escreveu.

Tal já não ia acontecer.

Ele ficou alguns minutos, perdido entre memórias e sentimentos, sentado no sofá, de perna cruzada a olhar fixamente para o livro fechado pousado no seu colo.

Não era capaz de voltar a ler o que tinha escrito, mas depois de terminar a bebida que tinha no copo, decidiu abrir o livro nas últimas páginas que ainda tinha em branco e escreveu um último texto. 

Olá 

Se estás a ler isto é porque não deixei que este livro ardesse na lareira e tive a oportunidade e coragem de um dia te entregar.

É mais fácil para mim escrever do que falar, por isso é que surgiu a ideia deste pequeno caderno. Tinha imensas coisas para te dizer e não sabia como. 

Mas este é o texto mais difícil que tive de escrever. 

Não há uma maneira fácil de o dizer e por isso digo já. 

Conheci uma pessoa. 

Foi um acidente, não estava à procura. 

Foi uma tempestade perfeita. 

Encontramos, falamos. Ela disse algo, eu respondi. Quando dei por mim queria passar o resto da minha vida naquela conversa.

Agora tenho a intuição que ela pode ser a tal. 

Ela é completamente louca, de uma maneira que me faz sorrir. Exige uma renovação constante. É um desafio diário. 

Ela és tu. 

Essa é a boa notícia. 

A má é que nunca te disse isto e não sei como ficar contigo. 

Sinto que se não ficarmos juntos vamos perder uma tremenda aventura. 

O mundo continua a girar, o tempo passa a voar e por vezes um piscar de olhos faz-nos perder a oportunidade de uma vida, um momento que podia mudar tudo.

Estou a pensar em nós, na nossa história. Não sei o que aconteceu. 

Foi perfeita? 

Não há histórias perfeitas, mas há momentos perfeitos. E esses foram imensos e intensos.

Não sei dizer porque deverias perder o teu tempo comigo. 

Mas bolas, sinto falta do teu cheiro, do teu sorriso. 

Cheiras a paixão, loucura e aventura e tens o sabor do carinho e da amizade.

Não sei como terminar este texto. 

Acredito que entre nós nunca estará terminado.

Enquanto existirmos há sempre mais uma história para escrever e contar. 

Até nos voltarmos a encontrar. 

Ao terminar, fechou o livro e colocou-o a arder na lareira. 

aconchegante-cena-antes-da-lareira-com-um-copo-de-

 

 

2 comentários

Comentar post